Educação financeira – começando do zero.

Rate this post

Praticamente tudo do que fazemos hoje em dia depende de dinheiro, e nem sempre ganhamos o suficiente para suprir nossas necessidades,
Há tempos atrás, uma pessoa que ganhava um salário mínimo conseguia viver tranquilamente com ele.  Vai passando o tempo e, essa mesma pessoa vive reclamando com 3 salários mínimo. O que será que mudou?
Tudo, mas o que mais mudou com certeza é a nossa cabeça.
A economia mundial vai mal, o  desemprego só subindo, inflação sempre estourando,  o que fazer?. A  única saída é frear o consumo e mudar nossa maneira de pensar. As vezes compramos coisas que não precisamos, fazemos dívidas sem preocupar com o orçamento.
Chegou a hora de começar a mudar e pensando nisso listamos alguns passos que todos devem seguir para conquistar uma vida financeiramente confortável:
– De nada adianta ter o
conhecimento sobre o que e
como fazer se você não souber
onde quer chegar. A definição
de objetivos financeiros
permite transformar sonhos
em valores monetários, onde é
possível saber quanto falta
para alcançar cada objetivo.
Por isso para começar, devemos elaborar nosso orçamento,
A elaboração do orçamento
geralmente é feita em três
passos: (1) Identifique como
você está gastando seu
dinheiro atualmente; (2) Avalie
seus gastos atuais e defina
metas de despesas que levem
em conta seus objetivos
financeiros de longo prazo; e
(3) Acompanhe de perto suas
futuras despesas para
assegurar que estejam dentro
do planejado, não se esqueça de colocar tudo na ponta da caneta.
– Controle suas dívidas
Manter as dívidas sob controle
é essencial para o sucesso do
seu planejamento.
É importante ter consciência
que existem dívidas boas
(financiamento da casa
própria, por exemplo) e
dívidas ruins (dívidas com
cartão de crédito ou cheque
especial), sendo necessário se
livrar das ruins o quanto
antes.
Além disso, comece pelo
pagamento das dívidas com
taxas de juros mais altas.
– tenha disciplina
É ao mesmo tempo a parte mais
fácil e mais difícil de ter uma vida
financeira equilibrada. O nível de
conhecimento e as ferramentas
necessárias para conquistar o
equilíbrio financeiro são primárias,
mas é preciso uma grande dose de
disciplina e motivação para manter hábitos financeiros saudáveis
– Compre amanhã.
Um dos maiores “destruidores de
finanças pessoais” é o hábito de
fazer compras por impulso. Para
evitar esse tipo de armadilha, é
interessante criar uma “regra” que
não permita a aquisição de um
produto qualquer no mesmo dia em
que o vemos, a não ser que seja
uma emergência ou um artigo de
uso cotidiano, como itens
comprados em supermercados e
afins. Ao ver um produto qualquer,
veja o preço, anote e vá embora.
Espere o dia seguinte e, se a
necessidade de comprar aquele
produto ainda existir, volte na loja e
compre sem culpa. Do contrário…
Pessoas que conseguem adotar essa
prática descobrem que a maioria
das necessidades e desejos de
consumo “some” no dia seguinte.
– Investir em conhecimento.
Conhecimento é, em última
instância, a única coisa que nós
realmente “temos”. Podemos perder
nosso emprego, nosso dinheiro e
nossos bens, mas dificilmente
perdemos aquilo que está dentro de
nossa cabeça. Fora que hoje
estamos na “era do conhecimento”
e, de uma forma ou de outra,
conhecimento vale dinheiro. Quem
investe em conhecimento está
investindo na capacidade de gerar
mais dinheiro
–  Nunca se ache que pode tudo,  ou que seja melhor do que outros.
Muitas famílias, na tentativa de
conquistarem o mais alto padrão de
consumo possível, ou de acharem que estão acima dos outros, estão abusando do crédito e “cavando um buraco” para seu futuro. Tenha como meta
viver um degrau abaixo do que lhe
parece “normal” em seu meio
socioeconômico. Não quer dizer que
você precise viver mal. Mas se
ajustar seu padrão “para baixo”, vai
acumular reservas que permitirão dar
sustentabilidade (longo prazo) à boa
vida a que está acostumado, ou que acha que tem.
– Destine o mínimo de 10% de sua
renda para investimento seu e de
seus filhos, poupar um pouquinho vai garantir um futuro melhor para seus filhos e te livrar de imprevisto.
– faça seguro seu e do seu patrimônio e livre seus familiares dos infortúnios que a
vida pode trazer e que podem
destruir em segundos o que levou
anos para ser conquistado.
– tome a decisão certa.
De nada adianta você querer que sua vida mude se você não mudar. Então comece tomando atitude.
Comece pela sua cabeça, defina metas, alcançe-as,
Evite exageros, seja humilde, seja paciente.

Existem muitas e muitas outras dicas que você pode achar interessante. Mas é melhor começar pelo mais simples, não é mesmo?
Então deixe a zona de conforto e comece agora a mudar sua vida.
Boa sorte.

Conte com a Imperionanet sempre.

obrigado por visitar a Imperionanet
volte sempre aqui

Sobre o autor

Joacir
Empreendedor por paixão. Curioso por natureza. Dedicação, vontade de aprender e inovar me trouxeram até aqui.

Faça o primeiro comentário a "Educação financeira – começando do zero."

Deixar uma resposta